Notícias


AMATRA1 participa da abertura do Congresso da Anamatra, na Colômbia

A delegação da AMATRA1 participou da abertura da 10ª edição do Congresso Internacional da Anamatra, nesta segunda-feira (25), em Bogotá, na Colômbia. A solenidade aconteceu na sede do Consejo Superior de La Judicatura. Responsável pelas boas-vindas aos magistrados brasileiros, o presidente do órgão, Max Alejandro Rodríguez, destacou a importância da troca de experiências entre os países.

“A Colômbia sofreu muitas mudanças recentemente, que acredito que influenciaram na escolha de nosso país como sede deste Congresso”, disse Rodríguez.

O presidente da AMATRA1, Ronaldo Callado, lidera a delegação da associação no evento. Depois da abertura, ele reforçou a necessidade de intercâmbio.

Leia também: Justiça do Trabalho nega desbloqueio de R$ 1,6 bilhão da Vale

“O Congresso é uma oportunidade única de aprender sobre o sistema judicial e a legislação trabalhista de um país tão próximo e culturalmente muito rico. A troca de experiência com profissionais do Direito em nível internacional é muito enriquecedora e nos permite ampliar nosso conhecimento”, comentou.

Além de Callado, a delegação conta com a 2ª vice-presidente, Patrícia Lampert, e com o diretor José Dantas Diniz Neto; além das desembargadoras Maria das Graças Cabral Viegas Paranhos e Sayonara Grillo Coutinho Leonardo da Silva, e das juízas Gláucia Alves Gomes, Letícia Abdalla, Wanessa Donyella Matteucci de Paiva e Taciela Cordeiro Cylleno.

O presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano, apresentou, durante a abertura do Congresso, o cenário de incertezas no Direito e na Justiça do Trabalho no Brasil. Ele citou a Reforma Trabalhista, a extinção do Ministério do Trabalho e a proposta de Reforma da Previdência.

“Nesse contexto, ganha importância o conhecimento das experiências vividas por outros países latino-americanos”, disse.

Também participaram da mesa da abertura o vice-presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), ministro Renato Lacerda de Paiva e o ministro do TST, Augusto César Leite de Carvalho, além da presidente do Consejo de Estado, Lucy Bermúdez e do do juiz do Consejo de Estado Gabriel Hernández.

Durante a solenidade, a presidente do Instituto Latinoamericano de Derecho del Trabajo y de La Seguridad Social, Martha Monsalve, leu a Carta Aberta em defesa da Justiça do Trabalho. O documento denuncia o processo de fragilização da estrutura de proteção aos direitos sociais no Brasil. Subscrevem a carta a Anamatra, a ANPT (Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho), a Abrat (Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas) e o Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho).

O Congresso Internacional da Anamatra acontece até o dia 2 de março com palestras e visitas a órgãos do poderes Judiciário e Legislativo e a universidades em Bogotá e Cartagena. O evento reúne este ano 84 magistrados do Trabalho brasileiros.

Confira a Carta Aberta



Mais Notícias



VOLTAR