Notícias


É falácia dizer que só existe Justiça do Trabalho no Brasil, afirma Ronaldo Callado

O presidente da AMATRA1, Ronaldo Callado, defendeu a Justiça do Trabalho, em entrevista publicada pelo site Eu,Rio nesta quarta-feira (9). Ele destacou que o ramo trabalhista do Poder Judiciário existe em diversos países da América do Sul, Europa, Ásia e Oceania.

“É falácia dizer que só existe (Justiça do Trabalho) no Brasil. É desconhecimento ou má-fé”, disse.

Callado ainda lembrou que propostas que alterem de forma importante a estrutura do Poder Judiciário não podem ser feitas por iniciativa de outros Poderes da República. “A Constituição, em seus artigos 92 e 96, diz que a modificação da estrutura da Justiça deve ser feita pelo Supremo Tribunal Federal.”

Leia também: Conflitos podem migrar para as ruas de forma explosiva, diz corregedor do TRT-1 sobre extinção da Justiça do Trabalho

O presidente da AMATRA1 ainda avaliou que a extinção da Justiça do Trabalho não levará ao fim do conflito entre capital e trabalho. “Teríamos os mesmos conflitos trabalhistas. A maior parte deles se refere a verba rescisória. Isso não vai mudar se a Justiça do Trabalho acabar.”

A reportagem destacou as manifestações em defesa da Justiça do Trabalho que estão sendo organizadas e uma petição criada pelo advogado trabalhista do Rio Grande do Sul, Ramiro Castro, que alcançou 50 mil apoios em quatro dias.

Confira a matéria no site Eu, Rio



Mais Notícias



VOLTAR