Notícias


Nota Oficial da AMATRA1 sobre editorial de O Estado de S. Paulo

A AMATRA 1 repudia editorial de O Estado de S. Paulo crítico à decisão da juíza do TRT-1 Gisele Rosich Soares Velloso, que determinou a transferência de uma bancária para agência próxima de sua residência, em razão de sério problema de saúde. Trata-se de decisão em tutela antecipada – ou seja, não definitiva – de caráter humanitário e defesa da vida. Laudos médicos comprovam grave trombose da paciente.

É importante ressaltar que a magistrada por duas vezes negara o pedido e só o acolheu provisoriamente após nova avaliação médica atestar o risco de morte da gerente, em decorrência de trombose, caso fique sentada por longos períodos em deslocamentos diários. O percurso de ida e volta entre sua casa e o local do trabalho, em outro município, chega a 110km por dia. O banco, apontado como parte supostamente prejudicada, tampouco se manifestou, apesar de intimado expressamente. Salienta-se que o pedido será novamente apreciado na sentença, sujeita ainda a revisão em segunda instância.

Valer-se de um caso excepcional, distorcê-lo e generalizá-lo com o objetivo de atacar a Justiça do Trabalho – que valiosos serviços presta ao país – não faz jus aos princípios éticos e editoriais que têm norteado o Estado de S. Paulo ao longo de sua história.



Mais Notícias



VOLTAR